Real Ficção Cinevídeo e Multimédia Lda
tel. 21 324 0061   fax. 21 324 0063
............  ..    
GRANDES EVENTOS

Expo'98 Lisboa            
ano de produção | 1998
realização | Rui Simões



Rui Simões, como realizador residente na Praça Sony, realizou cerca de 200 espectáculos em directo a partir de carro de exteriores. Lou Reed, Caetano Veloso, GNR, Maria Bethânia, Sérgio Godinho, Morphine, B.B. King, Joaquin Cortês, Morcheeba, Maria João e Mário Laginha, Van Morrisson, Fáfá de Belém, Cesária Évora, Urban Species, Ringo Starr, Rui Veloso, Dulce Pontes, Madredeus, Elba Ramalho, etc...
Dirigiu a Videocrew, equipa de cerca de 40 técnicos audio visuais que garantiram ao longo dos 4 meses da EXPO 98 a continuidade de imagem no Jumbotron da Praça Sony. Concebeu e coordenou a formação dos técnicos assistentes da Videocrew.


Madrugada       
ano de produção | 1999
realização | Rui Simões



Em 1999 comemorou-se em Portugal o 25º aniversário da Revolução de 25 de Abril de 1974, que pôs fim a 48 anos de ditadura e fascismo. A convite da EBHAL Equipamentos Bairros Históricos de Lisboa da Câmara Municipal de Lisboa o grupo de teatro O Bando encenou este epectáculo, que decorreu na noite de 24 de Abril de 1999, no Terreiro do Paço em Lisboa, um espectáculo-memória dos 48 anos de obscurecimento e dos 25 que se lhes seguiram. Rui Simões, criou e concebeu as imagens projectadas em grande formato nas paredes do Terreiro do Paço durante o espectáculo.


Expo 2000 Hannover           
ano de produção | 2000
realização | Rui Simões



Rui Simões foi convidado a realizar um filme de cerca de 6' de duração, para exibição no Pavilhão de Portugal da Exposição Universal de Hannover 2000, subordinada ao tema geral "Seres humanos-Natureza Técnica". O filme passou em "loop" num écran superpanorâmico de 16mX2,67m no interior do Pavilhão de Portugal, calculando-se que até ao final da Expo tenha sido visto por cerca de 3 milhões de espectadores. O filme funciona como uma grande janela com vista sobre o país: a terra, as gentes, as marcas do território e a sua diversidade paisagistica continental e atlântica, mas também o Portugal digital da educação e formação, e os contributos e colaborações em projectos internacionais de investigação, como a cadeira de vidro e os robôs para a exploração marinha, presentes no Pavilhão. O filme integra imagens aéreas de todo o pais, adaptadas a este formato especial, e dispensa palavras, recorrendo exclusivamente à linguagem visual e sonora. A banda sonora é de Manuel Faria - músico de formação erudita popularizado pela sua carreira com o grupo Trovante. O designer do projecto audiovisual para o Pavilhão Português foi o belga Johann Schelfout, que já anteriormente colaborara no Pavilhão de Portugal da Expo 98.

galeria